Category Archives: poesia

Tempo

Tempo Du temps, time, tempismo, isso e aquilo rápidolento tanto faz.

Posted in desvio, guerra ontológica, poesia | Tagged , | Leave a comment

Ciberpatia

A intimidade não se baseia no conteúdo da relação. Inversamente, certas situações externas ou climas podem mover-nos a fazer confissões muito pessoais, usualmente reservadas somente aos amigos mais próximos, a pessoas relativamente estranhas. Mas em tais casos nós sentimos que … Continue reading

Posted in anonimozegratuitos, guerra ontológica, poesia, pós-humanismo | Tagged , , , , | Leave a comment

Re!começar

Eis o novo repositório de pesquisa que ná me disponibilizou. Rebento raro como flor na pedra. Se fosse seguinte, seguiria o rumo da prosa, a letra singela, a bela melodia e o ar frio da montanha. Acelera-te lentamente.

Posted in anonimozegratuitos, antropologia da técnica, aula, cinema, guerra ontológica, música, pesquisa, poesia, pós-humanismo, resenha, teoria antropológica, tradução, vídeo | Leave a comment